Design Social e Fatores Humanos

Design Social e Fatores Humanos: design inclusivo, participativo, colaborativo e responsabilidade social

 

Previous Image
Next Image

 

 

A Educação Inclusiva demanda por parte da sociedade civil e do estado o compromisso com a formação e qualificação de agentes mediadores voltados para práticas que abarquem metodologias, materiais, recursos e tecnologias que promovam a redução das desigualdades educacionais com respeito às diferenças. Embora o discurso vigente nas políticas públicas para a Educação Inclusiva valorize a diversidade e a promoção do bem-estar do aluno, o cotidiano de espaços de ensino-aprendizagem traz desafios reais que geram inúmeros questionamentos, incertezas e posicionamentos controvertidos. Pessoas com déficit de atenção, hiperatividade, autismo, síndrome de down, entre outros transtornos/deficiências estão nestes contextos, mas não necessariamente participam deles. Práticas, metodologias, materiais, recursos e tecnologias muitas vezes mantêm a segregação em detrimento a inclusão. Este projeto tem por objetivos pensar o Design como mediador na Educação Inclusiva, fomentar discussões interdisciplinares, trocar experiências, partilhar práticas, metodologias, materiais, recursos, tecnologias e, fundamentalmente, propor projetos que ancorem a formação/qualificação dos agentes mediadores destes espaços para a promoção do direito efetivo ao conhecimento/ escolarização. As pesquisas que compõem este projeto entendem o Design como um dos agentes mediadores na educação inclusiva e propõem metodologias de projeto colaborativas e participativas, objetos de uso e sistemas de informação, a partir de sua expertise em projetar com vistas a tornar tangível ideias para a transformação de realidades existentes em almejadas.

Supervisores: Julia Silva e Daniela Marçal

Teses e dissertações:

  • Foto de Daniela MarçalMARÇAL, DanielaTecnologias calmas na educação inclusiva: um olhar do Design para o autismo. Tese em andamento.

 

  • Foto de Eduardo OliveiraOLIVEIRA, Eduardo. Desenhando narrativas, potencializando a autonomia: metodologia participativa na construção de bonecos por crianças com Síndrome de Down. Tese em andamento.