“Nós” do ensino: práticas multidisciplinares de leituras do Design

capa_nos“Nós” do ensino: práticas multidisciplinares de leituras do Design

FARBIARZ, Jackeline Lima e FARBIARZ, Alexandre (Orgs.).
“Nós” do ensino: práticas multidisciplinares de leituras do Design.
Rio de Janeiro, Editora Faperj. 2012

“Nós do ensino: práticas multidisciplinares de leituras do Design” alinha-se com um dos conceitos fundamentais do Design ao caracterizá-lo como um espaço cognitivo capaz de pensar diferente sobre o presente; um espaço de pensamento sobre o possível de uma maneira distinta. Os textos são de autoria de profissionais que investiram na pós-graduação strictu sensu nas esferas da Educação, da Linguagem e/ou do Design; de profissionais de ensino com experiência nos diferentes segmentos, desde a Educação Básica até o Ensino Superior; e de profissionais que participam do desenvolvimento de objetos de aprendizagem . Entendemos que a presente coletânea pode contribuir para a inter-relação linguagem-vida social e propiciar um pensar sobre uma escola que contemple sujeitos e suportes em interação com as demandas contemporâneas. Assim, a despeito da certeza de em nossas práticas profissionais integrarmos um “nós”, pronome pessoal (muitas das vezes assombrado pelas constantes e voláteis transformações pelas quais a sociedade vem passando que reverberam no contexto de ensino-aprendizagem) e de vivenciarmos um “nós”, substantivo (que, frequentemente, amarram, emperram nossas ações ou, ao contrário, concretizam ligações), certo é ser nossa intenção dividir nosso desejo de que ensino e pesquisa aliem-se no sentido de propiciar interações com qualidade de vida nos plurais espaços de ensino-aprendizagem distribuídos por nosso país.

Questões norteadoras:

  • Como incluir as inovações no ambiente de sala de aula?
  • Qual a arquitetura de uma sala de aula inscrita na contemporaneidade?
  • Como escolher e mediar o livro didático considerando um aluno inserido em um universo pautado por gêneros virtuais?
  • Como se relacionar com as ilustrações em materiais didáticos?
  • Quais os papéis das instituições, de professores e alunos nas práticas de ensino-aprendizagem que apresentam Tecnologias de informação e comunicação (TICs) como recurso?
  • A quem cabe o domínio das TICs? Quais as diferenças entre ser alfabetizado e ser letrado em TICs? Como pensar competências e habilidades respeitando o potencial imagético dos alunos?

Sumário:

  • Lista de Autores
  • Prefácio 
  • Pintar por palavras e ler por imagens (Renata Vilanova Lima e Luiz Antonio Coelho)
  • Analisando livros didáticos, repensando os lugares do design (Romulo Matteoni e Jackeline Lima Farbiarz)
  • Livro didático: Palavra, imagem e ação (Cynthia Macedo Dias)
  • O design de capas de Língua Portuguesa: a produção da Ática nas décadas de 1970 e 1980 (Didier Dominique Cerqueira Dias de Moraes)
  • Pensando o objeto: visitando o livro didático (Tatiana Tabak e Jackeline Lima Farbiarz)
  • Repensando políticas de fomento à leitura no Brasil: a mediação pelo design gráfico (Jackeline Lima Farbiarz e Alexandre Farbiarz)
  • Design e educação: projetando objetos para competências (Gabriel doAmaral Batista)
  • Espaços contemporâneos de ensino aprendizagem (Ricardo Artur Pereira de Carvalho e Daniela Marçal)
  • Apropriação das práticas dos nativos digitais no processo de ensino-aprendizagem (Barbara Jane Necyk e Guilherme Xavier)
  • Materiais Didáticos em Meio Virtual: a Democratização da Autoria (Kátia Modesto Valério, Nelson Mitrano Neto e Maria Aparecida Moreira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *